Freddy Adu chega em Salvador para finalizar negociação

quinta-feira

Freddy Adu já está em Salvador. Após as negociações terem sido iniciadas no último fim de semana, o apoiador desembarcou na capital baiana na manhã desta quinta-feira.
  O objetivo do jogador é de conhecer a cidade e a estrutura do clube antes de finalizar a negociação. Além da percepção do atleta, o clube aguarda os exames médicos para então assinar o contrato até o final desde ano.

O “Pelé norte-americano” surgiu como possível reforço do Bahia após o interesse do Philadelphia Union, clube dos Estados Unidos, em Kleberson. Os dois jogadores seriam negociados em uma troca. Com a liberação do pentacampeão o Bahia iria economizar cerca de R$ 100 mil mensais.
 
- Nada está fechado ainda. Mas ter a chance de jogar no Brasil é maravilhoso. Para mim, quando você pensa no futebol, você pensa no Brasil. É algo que eu gostaria (jogar pelo Bahia). Nada está fechado ainda. Vim aqui para finalizar a negociação – comentou o jogador.
 
Sorridente e bem-humorado, Adu foi bastante atencioso no primeiro contato com a imprensa, ainda no aeroporto de Salvador. O jogador respondeu às perguntas em inglês e, quando questionado se falava português, disse: “Um pouquinho”.

O jogador elogiou bastante o futebol brasileiro e se disse fã de três jogadores em especial.
- Eu gosto de Ronaldinho, do Fenômeno...Ele é meu jogador brasileiro favorito. Agora eu gosto de Neymar. Acho ele um jogar incrível. Poder jogar contra ele vai ser incrível – opinou.

Nascido em Gana, mas naturalizado norte-americano, Freddy Adu disse ter pesquisado na internet sobre a Bahia e ainda demonstrou conhecimento do possível futuro clube no Brasil.

- Eu conheço o Bahia. Sei que é um time bicampeão brasileiro. Estou aqui para conhecer a cidade, conhecer a comissão técnica, conhecer os jogadores. Tudo tem que ser feito certo. É importante para mim conhecer o lugar antes de que esteja tudo fechado. É importante para conhecer a cidade, a comissão técnica e o clube. Estou ansioso para jogar aqui. É um campeonato que se encaixa em meu estilo de jogo – afirmou.

Considerado uma dos jovens mais talentosos do futebol mundial, Adu não conseguiu dar continuidade em sua carreira. Depois de passagem por experiência no Manchester United, em 2006, o meia que nasceu em Gana, mas decidiu atuar com a camisa dos Estados Unidos, não conseguiu uma sequência de destaque. Freddy ainda acumulou passagens por D.C. United-EUA, Real Salt Lake-EUA, Benfica-POR, Monaco-FRA, Belenenses-POR, Aris-GRE e Caykur Rizespor-TUR.




Por - globoesporte.com


 
Blog Bahêa © 2012 - 2013 | Desenvolvido por Bubble Shooter, com a colaboração de Reseller Hosting , Forum Jual Beli e Business Solutions